Academia do Vinho

Academia do Vinho - 20 anos - O mais importante site sobre vinhos no Brasil

O vinho dá força ao coração. Dá calor ao rosto. Tira a melancolia. Alivia o caminho. Dá coragem ao mais covarde. Faz esquecer todos os pesares - ESPIÑEL

Voltar

O Momento e o Vinho
26-abril-10  Opinião

O prazer de um vinho é consequencia de suas qualidades, mas também de todo o ambiente que nos cerca quando o bebemos.

CARLOS ARRUDA

Arquiteto, web designer, enófilo, professor, consultor e autor de artigos sobre vinhos, criador e diretor do site Academia do Vinho.

Facebook

Acabando de completar 13 anos on-line, o site Academia do Vinho vem representando durante todo esse tempo um papel de oráculo dos iniciantes na cultura do vinho, recebendo consultas e perguntas sobre os mais diversos assuntos a ele relacionados.

Atuando como “ombudsman” do vinho, venho colecionando inúmeros temas mais demandados e gostaria de falar do mais emocional de todos eles, na forma de uma consulta que se repete sempre:

“Viajando pela (Itália, Argentina, França, etc.) tomei um vinho de nome (Château, Domaine, Finca, Tenuta, etc) que gostei muito, marcou de forma intensa o momento, a companhia, a viagem. Queria saber onde posso encontrar esse vinho aqui no Brasil, pois gostaria de tomá-lo novamente.”

Quase invariavelmente o rótulo citado é de um vinho simples, tomado em restaurantes para turistas, geralmente de linhas básicas das vinícolas e de preço muito acessível.

“Mas estava maravilhoso, nunca tomei um vinho tão bom...”

Caros leitores, o fenômeno por trás desses relatos é de suma importância para entendermos o papel do vinho em nossas vidas. O momento, o ambiente, a companhia e nosso estado de espírito afetam profundamente nossa percepção para o vinho que bebemos. Não quero dizer que se a “magia” está ligada qualquer zurrapa se torna um néctar dos deuses, mas a idéia básica não fica muito longe...

Em uma festa, falando de vinhos, a anfitriã buscou em seus aposentos uma rolha preciosamente guardada, me mostrou e disse com ar embevecido: “Este vinho sul-africano foi o mais maravilhoso que já tomei, com uma companhia para lá de especial”. O vinho era australiano, de uma vinícola muito conhecida, e pela rolha curta com timbre genérico logo vi que se tratava de um vinho de linha básica, apenas razoável. Mas estava guardada em um lugar especial, na gaveta e no coração de sua dona.

Somos apenas humanos. Por mais conhecimento e experiência junto ao vinho, continuamos suscetíveis aos seus encantos, à sua presença mágica nos momentos agradáveis de nossas vidas. Pieguice, fraqueza, simplicidade? Creio que podemos dizer sim, mas o mais importante é que uma taça de vinho sempre marcará um momento, será nossa cúmplice silenciosa, nossa amiga.

O que respondo a essas pessoas? Quase sempre que o vinho citado não está à venda no Brasil, mas com a ressalva: Existem vinhos do mesmo tipo, da mesma uva, da mesma região, sugiro que busque uma nova descoberta, um novo prazer, um novo encantamento, pois o vinho é isso. Aquele momento passou, crie outro melhor ainda.

Há pouco tempo aconteceu no Rio uma degustação vertical (várias safras de um mesmo vinho) de Château Pétrus, um dos maiores ícones do mundo do vinho, que chega a custar 3 mil dólares a garrafa! O relato emocionado de um dos participantes mostrou a ansiedade, o respeito pelo mito, o desejo da descoberta, e as notas dadas pelos degustadores, bem abaixo do que se esperaria de um mito! Nenhum problema, mitos podem ficar devendo qualidade, mas devem manter a aura... Vejam só experientes (e endinheirados) degustadores também caem na armadilha da emoção...

Só posso citando Mário Quintana:

Por mais raro que seja, ou mais antigo / Só um vinho é deveras excelente / Aquele que tu bebes docemente / com seu mais velho e silencioso amigo.

Não se esqueça de usar sempre taças maravilhosas, ajuda muito!

© 1997-2017 Academia do Vinho - Aprecie o vinho com moderação
Nenhuma reprodução, publicação ou impressão de textos ou imagens deste site está autorizada