Academia do Vinho

Academia do Vinho - 20 anos - O mais importante site sobre vinhos no Brasil

Gaudeamus igitur, Juvenes dum sumus. Post jucundam juventutem, Post molestam senectutem, Nos habebit humus. (Divertamo-nos, enquanto jovens. Após agradável juventude, Após enferma velhice, A Terra nos comerá.) - STRADA, Bispo de Bologna (1267)

Voltar

Claudia Quini é a nova presidente da OIV
04-julho-12  Evento

Enóloga argentina tem sua primeira participação oficial no VI Concurso Internacional de Vinhos do Brasil

CARLOS ARRUDA

Arquiteto, web designer, enófilo, professor, consultor e autor de artigos sobre vinhos, criador e diretor do site Academia do Vinho.

Facebook

Pela primeira vez na história da maior entidade internacional fiscalizadora da atividade vitivinícola, uma mulher assume a presidência da Organização Internacional da Uva e do Vinho (OIV). Mais do que isso, pela primeira vez o cargo é ocupado por um profissional da América Latina, motivo de orgulho para os países que integram a região. A conquista demonstra o reconhecimento do vinho latino-americano por países já tradicionais no setor. A argentina Claudia Quini foi eleita com 70% dos votos dos 30 países da vitivinicultura mundial que participaram da 10ª Assembleia Geral realizada em junho na cidade de Esmirna, na Turquia. Sua presença no VI Concurso Internacional de Vinhos do Brasil como degustadora representa sua primeira participação oficial em eventos do setor como presidente da OIV.


Claudia Quini, presidente da OIV - Foto Lucinara Masiero

Ela foi eleita com expressivo apoio de representantes da América Latina e da União Europeia, como França e Espanha. Claudia Quini, que mantém uma forte relação com a Associação Brasileira de Enologia (ABE), tendo participado como degustadora em outros eventos promovidos pela entidade como a Avaliação Nacional de Vinhos, por exemplo, é engenheira agrônoma, enóloga e degustadora internacional. Professora de análise sensorial de vinhos da Universidade de Mendoza, é também presidente da Comissão Oficial da Degustação da Argentina e gerente do Instituto Nacional de Vitivinicultura da Argentina, onde construiu uma trajetória de 28 anos.

A presidente entende que ampliar as representações junto à OIV seja um de seus desafios. A intenção é atuar com uma dinâmica de trabalho diferente, que ajude a aumentar o consumo de vinhos no mundo, além de inserir países produtores emergentes como a Bolívia, por exemplo, na organização. “Ampliar a mesa da OIV é um desafio que certamente facilitará o comércio, as relações e a competitividade”, destaca. Na lista de Claudia também aparece os Estados Unidos e a China, esta já prevendo uma incorporação gradual. “Sei que não será fácil e que isso também depende do interesse do setor de cada país, mas estaremos atuantes nesse sentido”, garante.

Outra medida da nova presidente será trabalhar na promoção de vinhos mais jovens e ligeiros. O objetivo é atrair o público mais jovem. Ela também já trabalha na agenda de temas que serão discutidos na próxima reunião da OIV que acontecerá em outubro, em Paris.

Referências
Fonte: Conceito COM
Site:  www.conceitocom.com.br
 

© 1997-2017 Academia do Vinho - Aprecie o vinho com moderação
Nenhuma reprodução, publicação ou impressão de textos ou imagens deste site está autorizada