Academia do Vinho

Academia do Vinho - 20 anos - O mais importante site sobre vinhos no Brasil

O vinho lava nossas inquietações, enxuga a alma até o fundo e, entre outras coisas, garante a cura da tristeza - SÊNECA

Voltar

Leilão dos Hospices de Beaune atinge novo recorde
17-novembro-14  Mercado

Leilão dos famosos vinhos da Borgonha atinge novo recorde e sinaliza uma recuperação na região.

CARLOS ARRUDA

Arquiteto, web designer, enófilo, professor, consultor e autor de artigos sobre vinhos, criador e diretor do site Academia do Vinho.

Facebook


O edifício do Hotel-Dieu, construído em 1434 (Foto Carlos Arruda)

O 154º leilão dos Hospices de Beaune atingiu um novo recorde no ultimo domingo, faturando mais de 8 milhões de euros, de acordo com a casa de leilões Christie.

A arrecadação do leilão totalizou 8.082.525 euros (US$ 10,12 milhões), um aumento de 28 por cento em relação a 2013, quando uma colheita deficitária significou pequenas quantidades de vinho para vender. Este ano, o volume cresceu 20 por cento em relação ao ano passado.

O leiloeiro vendeu 534 barris (ou peças) de 47 vinhos diferentes: 33 tintos e 14 brancos. O preço médio de uma peça foi 13.750 euros, um aumento de 5,66 por cento sobre o ano passado. Os vinhos brancos registraram um aumento médio de 14,57 por cento e os vinhos tintos subiram 3,37 por cento.

O prestigiado “cuvée do presidente”, um Corton Le Bressandes Grand Cru, foi vendido a um grupo de entusiastas do vinho do Quebec através do negociante Albert-Bichel por 220.000 euros. O dinheiro das vendas irá para a Toutes à l`Ecole, uma organização que financia a educação das meninas no Camboja, e para a Imagine Foundation, que realiza pesquisas sobre doenças genéticas.

O restante da renda do leilão irá para a manutenção do Hospices de Beaune, que foi fundado no século 15 por Nicolas Rolin, chanceler do Duque de Borgonha.

(NA) O BIVB (Bureau Interprofessional des Vins de Bourgogne) realiza esse leilão anual beneficente, onde são vendidas barricas dos vinhos da propria instituição. A sede da instituição, o Hotel-Dieu, originalmente funcionava como um hospital (hospice), atividade que durou até 1971. Hoje, totalmente preservada, é um museu de grande importância para a história da Borgonha..

No geral, os preços registraram um aumento de 25 por cento para os vinhos brancos raros e 6 a 7 por cento de aumento, em média, para os tintos, de acordo com o presidente do sindicato dos produtores da Borgonha, Frédéric Drouhin. “Esta é uma venda dinâmica, que refle a apreciação qualitativa dos compradores”, disse ele.

De acordo com Christie, um lote de Clos de La Roche Grand Cru alcançou um preço de 74.900 € para a peça, bom sinal para os preços da safra da Borgonha em 2014.

Anthony Hanson, do departamento de vinhos da Christie, disse: “Antes, a venda era um barômetro para os mercados de vinho da Borgonha. Hoje o barômetro está quebrado, é um leilão de caridade, as pessoas não estão comprando para fazer negócios, mas por outra motivação”, disse ele.

Os vinicultores, no entanto, saudaram a safra 2014 com sorrisos, apesar de alguns experimentarem problemas nas regiões de Mâconnais e Côtes de Beaune.

(N.A.)Todo esse entusiasmo se deve à recuperação após as más condições das safras 2012 e 2013, quando geadas, seca e calor excessivo causaram grandes perdas de volume, baixa qualidade nos vinhos e aumentos importantes nos preços. Em Chablis, por exemplo, muitos produtores tiveram 100% de perda na produção.

“O equilíbrio ainda é delicado, mas as estimativas iniciais prevêem 1.500.000 hectolitros de produção. Isto irá trazer bastante oxigênio para a Borgonha, pois nossos estoques estavam no mais baixo”, disse o presidente da Confederação das Denominações e Winemakers de Borgonha (BAVT), Jean-Michel Aubinel.

Em 2013, os comerciantes estavam alarmados com “estoques historicamente baixos”, o que tinha afetado as exportações.

O leilão 2014 foi o último de Roland Masse, que encerra seu trabalho depois de 15 anos no comando da equipe de enologia do Domaine. Entrevistado antes do leilão pela AFP, ele disse que tinha verificado os 47 jovens vinhos regularmente. “Não podemos permitir quaisquer erros. Somos os primeiros a apresentar os vinhos do nova safra.“

Masse coordenou o trabalho de 22 enólogos empregados pela propriedade de manter as vinhas de acordo com o livro de regras. A propriedade Hospices de Beaune se estende ao longo de 61 hectares (150 acres) e ele conhece cada parcela de cor, assim como o labirinto dos antigos quartos do famoso edifício de telhas coloridas do Hôtel-Dieu.

Em janeiro, Masse passa o comando para Ludivine Griveau (36), que será a primeira mulher a assumir a função. Ela vem da Maison Corton André, onde foi enóloga chefe desde 2004.

“Fazer o vinho não é uma questão do que sexo você é, é uma questão de personalidade”, disse Masse. “Ela é jovem, ela tem o tempo para mostrar seu talento.“

Referências
Fonte: Traduzido e adaptado de artigo da AFP e Wine Searcher

 

© 1997-2017 Academia do Vinho - Aprecie o vinho com moderação
Nenhuma reprodução, publicação ou impressão de textos ou imagens deste site está autorizada