Academia do Vinho

Academia do Vinho - 20 anos - O mais importante site sobre vinhos no Brasil

Por mais raro que seja, ou mais antigo, só um vinho é deveras excelente. Aquele que tu bebes, docemente, com teu mais velho e silencioso amigo - QUINTANA, Mário

Voltar

A Fermentação de Vinhos

1. UVAS BRANCAS, TINTAS ou ROSADAS

Visão do interior do tanque de fermentação  de  vinho tinto, mostrando o mosto em  fermentação com  a presença das cascas e espuma resultante da liberação de CO2

Vista interna do tanque de fermentação  de vinho branco,  notando-se  o mosto amarelado e a espuma resultante da liberação de CO2

O vinho é definido pela O.I.V. (Office International de la Vigne et du Vin) como a bebida resultante  da fermentação do mosto (suco) de uvas frescas. Qualquer outra bebida fermentada não obtida dessa forma não pode ser denominada vinho, pelo menos oficialmente (como é o caso do "vinho" de jabuticaba, do "vinho" de maracujá, etc.)

A fermentação é um processo bioquímico realizado por microorganismos que  convertem moléculas de carboidratos (açúcares) em álcool, gás carbônico e energia.

A fermentação é utilizada na elaboração de bebidas fermentadas, como o vinho e a cerveja. No caso do vinho, a fermentação é utilizada para a obtenção de álcool a partir dos açúcares do suco de uva. Para isso, são utilizados os microorganismos do tipo leveduras (fermentos semelhantes aos utilizados na fabricação de pão) do gênero Saccharomyces, destacando-se as espécies S. ellipsoideus (ou cerevisae ou vini), S. chevalieri e S. oviformis (ou bayanus)

Leveduras vistas ao microscópio óptico
(cada estrutura circular corresponde a uma levedura)

A QUÍMICA DA FERMENTAÇÃO

AÇÚCAR (17g)  seta  ÁLCOOL(1oGL) +  CALORIAS (1,5 Cal) +  CO2 (4 litros ou 4 atm)

Como o teor alcoólico do vinho é de 11 a 13o GL, temos:

187- 221g de açúcar  seta 11 a 13 o GL de álcool + 44-52 litros CO2 + 16,5 - 19,5 Cal


Observações

16,5 a 19,5 Cal equivalem a 30 - 34oC que são reduzidos para: 15 - 18 oC nos brancos e 20 - 30 oC nos tintos

Nos espumantes a pressão é de 6 atm / litro, necessitando, portanto, de 25,5 g açúcar / litro e resultando em um acréscimo de 1,5 oGL ao vinho base

© 1997-2017 Academia do Vinho - Aprecie o vinho com moderação
Nenhuma reprodução, publicação ou impressão de textos ou imagens deste site está autorizada