Academia do Vinho

Academia do Vinho - 20 anos - O mais importante site sobre vinhos no Brasil

O vinho molha e tempera os espíritos e acalma as preocupações da mente...ele reaviva nossas alegrias e é o óleo para a chama da vida que se apaga - SÓCRATES (470-399 a.C.)

A uva, matéria prima do vinho, é o fruto da videira ou vinha,
planta que possui a seguinte classificação na sistemática botânica:

ORDEM: Ramnidea

FAMÍLIA: Vitacea

SUB-FAMÍLIA: Ampelidea

GÊNERO: Vitis>

SUB-GÊNERO: Euvitis

ESPÉCIES: Vitis vinifera, V. rupestris, V. aestivalis, V. labrusca, V. riparia, V. cinerea, etc.

ESPÉCIES
Folhas da Vitis labrusca (americana) e Vitis vinífera (européia)

Cada uma dessas espécies possui muitas variedades, denominadas cepas ou castas.
As uvas que originam os melhores vinhos são da espécie Vitis vinifera de origem européia, que possui inúmeras castas, como a Cabernet Sauvignon, a Merlot, a Chardonnay, etc.

As demais espécies são americanas e, em geral não são adequadas para a elaboração de vinhos, prestando-se mais como uvas de mesa. Essas espécies também possuem muitas variedades, cujos melhores exemplos no Brasil são a Niagara e a Isabel que até a década de 70 eram as únicas castas utilizadas na elaboração dos vinhos brasileiros.

O CICLO DA VIDEIRA

Como todas as plantas, a videira possui um ciclo anual de vida, divido em três períodos, a saber:

1. PERÍODO DE REPOUSO

Estende-se, em geral, de abril a julho e nessa fase ocorre "hibernação" da planta que perde as folhas e entra e latência. Durante essa época, é feito o plantio e a enxertia das plantas novas e/ou a adubação e a poda seca das plantas velhas.

ENXERTOS
Enxertia (enxerto)
Consiste na implantação do caule da videira européia (cavaleiro) no caule da videira americana (cavalo) ligado à raiz
O caule da videira americana (cavalo), com a raiz, plantado, aguardando a enxertia da videira européia (cavaleiro) Os dois caules já ligados e amarrados originarão uma nova planta resistente às larvas da Phyloxera vastatrix que atacam as raízes
PODAS
Poda seca Detalhe da poda seca
Os galhos mais frágeis são retirados de modo a permitir a circulação da seiva apenas nos galhos frondosos, diminuindo a produtividade e aumentando a qualidade das uvas em formação.
Poda seca

2. PERÍODO DE CRESCIMENTO

Vai, aproximadamente, de agosto a dezembro.
Durante esse período faz-se a capina e a poda verde e nela ocorrem o brotamento das folhas, a floração e a produção e a circulação de seiva (observada quando se corta um galho: ela escorre e é chamada o choro da videira ou Lacrima Vitis).

BROTAÇÃO
SAÍDA DAS FOLHAS
FLORAÇÃO
Polinização Formação dos frutos Lacrima Vitis

3. PERÍODO DE ELABORAÇÃO

Estende-se por volta de dezembro a março e nela há a formação e o amadurecimento dos frutos e queda das folhas. Ao final desse período temos a fase da colheita, sendo a das uvas brancas mais precoce (dezembro a janeiro) e a das tintas mais tardia (fevereiro a março)

Nos países europeus, situados no hemisfério norte, esses períodos ocorrem em épocas diferentes (repouso: dezembro a março; crescimento: abril a julho; elaboração: agosto a novembro).

COLHEITA
Colheita manual Colheita mecanizada

© 1997-2017 Academia do Vinho - Aprecie o vinho com moderação
Nenhuma reprodução, publicação ou impressão de textos ou imagens deste site está autorizada